quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

"Eu Tenho um Medalhão com a Foto da Minha Mãe e do Tom e Eu Sempre Uso."

Abaixo, fiquem com os scans e com a entrevista da revista Luna Teen (Argentina):

Sozinhos com o Tokio Hotel

Antes do show que deram no Chile para mais de 7.000 pessoas, a Luna Teen pôde conversar com os quatro integrantes do Tokio Hotel no Hotel Sheraton Santiago. Para ser sincero, Georg e Gustav, baixista e baterista respectivamente, não disseram muito; ao invés disso, os irmãos Kaulitz assumiram a liderança. No dia em que chegaram na cidade, houve um pequeno terremoto que os deixou desconfortáveis mas, quando explicamos para eles que aquilo era algo normal nessas latitudes, eles se acalmaram e conversaram despreocupados. Bill, alto e magro, cheio de colares e um par de saltos que nos deixaram tontos por sua altura. Tom parecia que tinha saído de um vídeo do Eminem. Georg, da banda Bon Jovi, e Gustav poderia muito bem ser o baterista de uma banda de metal com tatuagens de caveiras e o cabelo bem cortado.
Tão diferentes no look, é surpreendente vê-los juntos, rindo de piadas privadas e entendendo um ao outro com um simples olhar. Suas personalidades são tão diferentes quanto a sua aparência mas assim é o Tokio Hotel, esta banda que já tem uma década, embora os membros tenham entre 21 e 23 anos. Veteranos nos cenários mundiais, eles ainda ficam surpreendidos na frente da admiração de seus fãs, que vencem a barreira linguística e os seguem onde quer que vão. Essa foi a vez do Chile, a Argentina será definida para a próxima visita (ou pelo menos é o que eles gostariam).

• Luna Teen: Finalmente vocês chegaram na América Latina. Como foi a turnê?
Bill:
Fazia muito tempo que tínhamos grandes expectativas com essa turnê, nós realmente queríamos vir e finalmente conseguimos. Até agora, tudo foi perfeito, melhor do que o esperado, não houve nenhum problema, as pessoas nos receberam muito bem. Inclusive no aeroporto, muitas fãs estavam nos esperando.
Tom: Nós trouxemos a mesma turnê que fizemos na Europa. E um grande baixista. (Diz brincando, referindo-se a Gustav).
• LT: Estão muito envolvidos em todo o processo de produção do espetáculo. Por que isso?
Bill:
Nós somos muito obsessivos e perfeccionistas e não temos muita confiança em ninguém mais a não ser nós mesmos! Não, é sério, somos perfeccionistas, mas é difícil para nós entregar a responsabilidade aos outros e também gostamos de ser parte do processo e estar em tudo.
• LT: O que vocês fazem 5 minutos antes de entrar no palco?
Bill:
Ativamos nossos super poderes Power Rangers, que todos nós temos, mas em geral ficamos muito nervosos antes começar.
Tom: O Georg vai ao banheiro!
• LT: Bill, Tom, como é o relacionamento de vocês dois fora da banda?
Bill:
Nós não somos apenas irmãos, nós somos gêmeos idênticos, temos uma relação muito especial, nós passamos 24 horas por dia juntos, vivemos juntos, dividimos tudo, é algo automático, nos damos muito bem, somos muito mais que amigos.
Tom: Nós nunca ficamos separados mais de 4 ou 5 dias.
• LT: Como conciliam quatro personalidades tão diferentes?
Tom:
Nós somos completamente diferentes, além da banda, nós temos muito pouco em comum, mas fazem 10 anos que estamos juntos, nos damos muito bem, crescemos juntos.
Gustav: Nós somos uma banda, mas todos temos gostos diferentes.
Bill: Nós somos como 4 irmãos, crescemos juntos, desde muito pequenos, estamos juntos durante toda uma vida.
• LT: Existe uma música em particular que vocês gostem?
Bill:
Muitas, é realmente difícil escolher uma, temos uma conexão especial com cada tema, cada um se conecta de forma especial com as canções e, também, eles respondem a diferentes momentos de emoção e têm sua própria história.
• LT: Sendo os 4 tão diferentes, há muitas canções que são deixadas de lado porque não agradam a todos?
Tom:
Sim, muitas são deixadas de fora.
Bill: Quando chegamos no estúdio, passamos muito tempo gravando.
Georg: Gravamos muitas canções durante um ano e talvez as últimas ficam de fora.
Bill: Embora nem sempre sejam as melhores.
• LT: O "Best Of" já está para sair... Vai ter alguma supresa?
Bill:
Há duas novas faixas, uma que gravamos já faz muito, antes de eu mudar minha voz, então vão notar muito a diferença, e só está gravada em alemão. A outra é um tema de 2009, que é apenas em Inglês. São duas músicas muito diferentes.
• LT: O que acham que é o motivo do sucesso de vocês, de terem uma carreira tão sólida?
Tom:
Nós somos melhores do que a maioria!
Bill: Nós nos encontramos, ninguém nos uniu, crescemos juntos e encontramos nosso próprio som, começamos a tocar e as coisas saíram naturalmente.
Georg: Foi um processo natural, desde muito pequenos, acho que nos deu uma identidade muito forte.
• LT: Que diferença encontraram entre os fãs europeus e os latinos?
Bill:
Os fãs daqui se alegram muito mais do que nas outras partes quando nos vêem, talvez seja porque nos vêem pouco. Lá estão mais acostumados.
Tom: Aqui eles são muito intensos! Mulheres com personalidade forte nos agradam.
• LT: Qual foi a coisa mais louca que já passaram com seus fãs?
Gustav:
Um monte de coisas, muitas histórias.
Bill: Na Espanha, quando terminamos de tocar, nós descemos do palco e encontramos uma fã que não sabíamos como tinha conseguido entrar no backstage. Achamos que ela subiu pelas paredes. Eu não sei.
Tom: E uma vez, Georg encontrou 4 meninas nuas em seu quarto de hotel!
Georg: Nós já passamos por milhares de histórias, impossível dizer todas elas.
• LT: Quais são seus planos para o próximo ano?
Tom:
Muitos.
Bill: Nós estamos sempre tocando, ensaiando, escrevendo músicas, mas não podemos garantir que vamos lançar um novo álbum em 2011.
Tom: Mas vai ser um ano cheio de surpresas que não podemos dizer ainda.
• LT: Bill, ao que se deve seu estilo tão extravagante?
Bill:
Eu gosto muito de moda, é divertido para mim, eu sou muito espontâneo, todas as manhãs eu escolho o que vou vestir de acordo com o que eu sinto, eu amo viajar com um monte de roupas para escolher e mudar.
• LT: Quem é aquele que leva mais tempo para se vestir?
Todos:
Tom!
Tom: O Georg e o Gustav também trabalham muito com seu estilo e ninguém pergunta! Bem, se você quiser chamar isso de um estilo... (Piadas com o Gustav)
Bill: Nós não concordamos em um estilo, cada um tem o seu próprio e ninguém diz ao outro o que deve vestir.
• LT: Você tem algum amuleto da sorte ou algo que você não pode esquecer quando você chega a um país para um show?
Bill:
Sim, eu tenho um medalhão com a foto da minha mãe e do Tom e eu sempre uso. Se eu não tiver, todo mundo fica preocupado, pois eles pensam que algo pode dar errado. Eu também tenho uma caixinha cheia de lembranças e coisas que eu sempre carrego comigo. Lá é onde as coisas importantes estão.


tradução: vitória - thbr revolution (NOTA: PESSOAL, PEDIMOS DESCULPAS PELOS ERROS DA TRADUÇÃO ANTERIOR, NOSSA STAFF É NOVA E AINDA NÃO TIVEMOS TEMPO DE CONVERSAR COM ELA SOBRE COMO TRABALHAMOS AQUI NO BLOG.)

Tradução e Fonte: Tokio Hotel BR Revolution

2 comentários:

Anônimo disse...

PUTS EU ADORO ELES AS MUSICAS DELES ME ISPIRA CADA FEZ MAIS E O Bill e tom sao os gemeos mais gatos do mundo inteiro E GEORG E UM GATO TAMBEM GUSTAV NEM SE FALA ELE E DEMAIS EU AMOOOOO O TOKIO HOTEL

Sheila disse...

Não conheço essa musica e em meu aluguel Buenos Aires também não a escutei.

Pesquisar